ANTONIO PÁRAMO E AS MULHERES DE VERDADE

A revolução curvilínea tem sido muito utilizada por marcas para mostrar suas “mulheres reais”. Em sua incessante busca por vender mais, uma empresa de produtos de cuidados pessoais lançou já há algum tempo uma campanha “pela beleza real”, promovendo a mensagem de que as chamadas mulheres da vida real devem elevar a autoestima, mesmo não estando em conformidade com os padrões de beleza e tirania corporal. A ideia é que as as mulheres não devem ser julgadas por sua aparência física, mas apegar-se aos seus valores ou ética profissional, por exemplo.

O ilustrador e artista digital Antonio Páramo fez uma tentativa de parar a hipocrisia social e marketiniana. Suas ilustrações digitais retratam mulheres sensuais sem levar em conta modismos. Mulheres não precisam de lições de autoestima e estão bem acima das opiniões dos outros de acordo com sua arte. Veja abaixo:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s